quarta-feira, 18 de junho de 2014

Um texto escrito, há muito tempo esquecido.

A primeira coisa que a gente pergunta é: Porque?
Hoje já não me importo mais com essa pergunta.
De início .. não tinha tempo para deixar martelar.
Só chorar e seguir ..
E que loucura! Como consegui seguir e agir sem pensar? Eu agi?
(Não fui eu, foi Deus que agiu por mim!)
Não poderia deixá-lo sozinho ..
-
Hoje. Quanto tempo se passou afinal. Pouco, porém longo.
Going and going down. Eu teimo em errar, em piorar. Teimosia.
Eu tenho boas intenções mas vocês sabem .. de nada valem.
Precisa-se melhorar quem és, mas se nada faz ou se nada consegue fazer então para lugar algum você vai.
Que .. confusão.
Quem é quem? O que é real? Eu fiquei louca?
Minha incrível e obsessiva preocupação em não me fazerem de boba é mais um dos motivos para ativar o modo defesa.
Passei a vida toda me defendendo, e afugentando invasores .. unhas e dentes.
Tola, é o que mais repetem.
Tem razão afinal.
Cega.
Ninguém entenderá minhas palavras, ninguém tem que entender nada!
-
Um erro crucial. Sou tão ruim assim?
Egoísta. Outra palavra que massacra meu ser. Por quantos rios eu chorei? Quantas toalhinhas encharquei?
Sei que deveria ir embora, nunca quis lhe fazer mal. Mas não posso abandonar ninguém .. nesse estado.
Apesar de não estar conseguindo nada com a confusão em minha cabeça.
Os passos que dava, não dou mais.
Só sei rodar e rodar em círculos, olhando as mil portas ao meu redor (única coisa que enxergo nesse breu).
 - Não me sinto bem -
"Não vou mais falar com você sobre isso, já és bem grandinha!"
O que fazer?
Talvez tenha errado desde o início.
"Você se vitimiza"
Sim, realmente.
Me pergunto se me falta a dureza de antes .. sinto falta, confesso.
Perdida? óbvio.
- Não me sinto bem -
Pensei em sumir .. devo ser covarde.
Afinal "ele sofre por você" ; "você não dá valor ao amor dele" ; "não se vanglorie nunca disso tudo" ; "você não sabe a dor incalculável que ele passa".
Me atormentam ..
"Eles foram bem claros com você" . Sim, claros. Isso não significa que obtenho da total clareza.
Eu espero não estar louca ..
-
A música que escuto é tão bonita .. faz você perder os sentidos ..
-
Deus me ama ..
"Queria que ele tivesse algo melhor de mim", eu diria. Mas seria de novo vitimização. Viu como sinto falta de minha dureza?
Fora que  .. se eu quisesse que ele sorrisse ao me ver, deveria fazer por onde e não me lamentar.
Todos tem razão: falo muito, faço pouco.
-
Mas já chorei tanto .. já me senti tão mal.
Tão mal ..
Eu não vou voltar, já disse!
(Minha cabeça é estranha. Minha memória é péssima mas não vem ao caso)
-
Não gosto que digam meu nome .. nada de bom vem disso.
Eu não consegui .. sou tão fraca.
Desistência? não. Mas se eu não me mexer .. não precisarei mais decidir.
(Como se eu decidisse algo rs)
-
"Seu tempo está acabando .. você pensa que tem todo o tempo à sua disposição?"
-
"Você não deveria deixá-lo sozinho. Sua .. linda."
-
Queria sumir ..
-
Minha mãe se envergonharia de mim. Que decepção. Desculpa, mãe.


quinta-feira, 28 de março de 2013

Save me from my self-destruction


Gotejar .. negro feito petróleo, denso
.. por dentre meus sentimentos, minhas angústias e frustrações.
Estar vivo. morto. Rastejar pelos buracos construídos pelos meus medos, pelas minhas decepções.
Escondo-me do que parece ser o mundo. Mas será que este mundo pode-se dizer de meu?
Não foi assim que minhas vozes me ensinaram.
O que construí foi a terra dos perdidos, estranho frio vazio em meio à escuridão.
Vício em auto-destruição.
-
You go home ..  and you cry ..  and you want to die.
-
Inimigos não são necessários quando sua mente insiste em te destruir. Como alcançar o auto-controle?
Você não é boa o suficiente
Você não foi capaz, você não é capaz
Você errou, erros são inadmissíveis
Você não é bela

Você não é inteligente
Você nunca ... nunca será a perfeição que almeja ser.
-
Volto para meu lugar sem luz. Coração ferido, sangra negro.
Dor, do tipo de dor que o físico não pode resumir .. psíquico, emocional, um delírio agonizante.
Apaixonada pela tristeza, isolada do bem e do mal, me vejo cercada de pessoas que sequer imaginam o que meu sorriso pode guardar.
Eu era importante para você? Eu nem ao menos faço falta.
Errei em depositar o que há de bom em mim em laços fracos, aprendi como as vezes a frieza pode ser uma proteção. Sequei cada gota de afeto, esmaguei cada centímetro de saudade e arranquei cada corrente que me prendia ao estado estático de vítima. Sigo com minhas ataduras em tom ameaçador ..
-
Confusão. Tamanha mistura de coisas ruins me fazem fugir para o lugar que eu sempre acabo voltando .. por mais estável que minha sanidade possa aparentar.
Suicídio, e quem disse que para morrer se é preciso estar vivo?
Guerra constante de auto-críticas, limites, insatisfações ..
.. save me from my self-destruction -

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

o fim e o começo.


Nos confins da Terra , uma mulher chorando .. enchendo o mar que desafia o homem. ~
Vento que sopra, vida que se acovarda ..
perdido em meio ao nada de suas expectativas, sua consciência assim se mantém.
Como um condenado a carregar sua âncora por uma eternidade punitiva em que o mar tenta tirar .. chuva que não se vai, noite que não termina, para que tanto esperar?
Memórias de um sem nome , por muito tempo seguiu sem entender .. um erro da natureza que ela tanto faz questão de não apagar.
Capitão de almas, velejador de pesadelos guiado à tons sombrios, tempestade abre seu caminho .. é preciso seguir.
Devoção. Prisão.
-
O choro não cessa.
Mulher, és mesmo quem se diz ser?
Não percebes sua verdadeira face?
Porque choras pela escuridão que você mesma causou?
Sereia pelo encantamento, serpente pelo veneno.
Cante ..
Hipnotiza, envolve, devora.
Porque choras?
-
Viajante se apaixonou por um anjo e viu um demônio lhe amar.
Desejos têm seu preço .. você tem uma dívida a pagar, marujo.
Costas feridas, cicatrizes que nunca podem se fechar .. o mar continua a te levar em meio a destruição, com mil tormentas fez sua morada.
Cada pequena palavra cravada para sempre lhe lembrar, constante perfeição de sua solidão para lhe assombrar, frio e distante de qualquer paz interior.
Coração anestesiado, será este inverno uma imaculação do que lhe resta?
-
Sinto você em meio a névoa.
Navegando em meus pecados, sinto sua dor, seu terror, a beleza de seu mistério.
Profundezas de um oceano obscuro me chama como um coral de almas mais uma vez ..
que laço nos une? sou sua esperança?
Deixe-me lhe ver criatura assombrada. Deixe-me ver o que fizeram com você, me leve em sua jornada.
Orgulho ferido, inocência perdida.
Sei que vejo mais do que os olhos podem ver ..
E ser mais do que devia ser ..
-
Meu mundo amanhece e acordo feito brasa, um grito, um arranhão, uma aura em colapso ..
.. criatura retorna para sua tragédia, segue com sua maldição me carregando em pensamentos.
Até sua noite chegar à mim novamente, estarei emanando a luz que me escapa constantemente sem qualquer controle.
Sem saber se é só um sonho insistente ou uma alucinação de meu ser decadente, continuo a esperar pelas horas, infinitas e dolorosas, me apagando ..
.. sua marca, uma promessa, o destino.


segunda-feira, 18 de julho de 2011

âmago.


O infinito, o inalcansável, o além de tudo do que você sequer imaginou,
o que você mais quer .. está lá, na linha tênue entre o céu e terra, no horizonte infindável que lhe aguarda ..
.. lhe aguarda. (algo lhe disse como um sopro ao pé do ouvido)
Voe, voe o mais alto que poder .. não os deixe parar, voe até o ápice dos seus anseios.
Seu espírito se eleva, sente que algo lhe chama ..
siga,
contundente.
Se o morrer é possível, então esse é o caminho.
-
Faça o que quer, sem temer,
enfrente seu pior medo,
busque o que é de mais arriscado,
..
eu sei que quer saber que gosto tem.
prove. e sinta o quebrantar das correntes.
-
não se arrependa. não há tempo para isso.
é um caminho sem volta, se decidir prosseguir saiba que não terás direito de recuar.
siga em frente .. siga.
Vá o mais lonnge que puder, passe por cima de tudo,
e sinta o sabor da liberdade alcançada, da plenitude e do começo do fim ..

.. tudo tem seu preço.
tudo.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

This. is. War.

Olhos expressivos, fixos em um ponto .. em um alvo. O alvo.
-
Quem pensa que o momento puro e vívido lá fora será cenário de todos os dias cai no abismo do engano, do erro fatal onde somente frustrações e ilusões podem ser alimentadas.
Nada é para sempre .. na vida há muito mais lutas e batalhas quase que sanguinárias do que contemplação do passar das horas numa tarde de sol.
Cada minuto, cada segundo é um passo .. seja ele de evolução ou de pura destruição.
Minhas escolhas, minhas ações .. tudo precisa ser forte o suficiente e decisivo o suficiente para que o destino mal traçado seja desfeito e encarado de frente.
É uma guerra. A vida é uma guerra.
Vencer,
perder ..
Não sei.
Somente encaro.
Encarar .. mesmo que seus ombros estejam caídos, mesmo que sua honra esteja ferida, mesmo que seus desejos estejam massacrados pelo que quer que seja .. encare o que tem por vir.
Enquanto o comodismo transforma pessoas em zumbis numa cidade perdida, estar de pé para a próxima tormenta mais vale do que estar lamentando o fraquejar de uma derrota.
Comodismo: a febre que se instala pelas avenidas e vielas de todo os lugares. A praga que se espalha pelos quatro cantos do planeta. A morte sem se morrer.
-
Além de tudo, temos .. todos.
Todos: obstáculos que entram na sua vida com o único intuito de ver você sangrar em meio a multidão. Em conjunto ao cenário tornam tudo mais desafiador e impossível.
-
Sem me importar com o amanhã ou com a consequência, me disponho a esquecer a covardia natural do ser humano e me armar para a batalha de mais uma fase da minha vida.
E hipócrita aquele que disser que o importante é tentar ..
Porque o importante mesmo é vencer, vencer luta após luta .. passar por cima das suas antigas expectativas e mostrar a si mesmo que ainda tem forças para o próximo desafio.

Olhe para mim .. e entenda de uma vez por todas, vou até o fim .. o fim.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A ironia do acaso

Ora Ora .. nunca um "vá pra puta que pariu" ficou tão famoso!
-
Seja por amigos, conhecidos ou, na maioria das vezes, por pessoas estranhas, a boa e velha frase monumental sempre aparece trazendo uma peculiar sensação de alívio em circunstâncias não muito confortáveis (ou aturáveis -q) onde os nervos estão tão alterados que agressão é mero brinde que com sorte você pode ou não levar pra casa.
-
307: o número da puta.! Incrível não é mesmo?
E o lugar está se modernizando tanto ao ponto de que daqui a pouco até passagens aéreas terá para puta que pariu!
-
A ironia dessa jornada ainda é regada a nobreza do lugar, mas não relacionado á situação financeira e sim por ser um lugar de gente de boa índole, com suas senhoras e seus senhores.
Onde puta mesmo só no nome ..
.. ainda que velhinhas que por ali passeiam não entendam muito bem seu significado condenatório.
Lugar que não se vê mas que todos já foram um dia contra a própria vontade ..
O resto dessa história é balela .. pura balela.!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Em constante movimento


E como é se sentir constantemente numa imensa montanha-russa?
-
Mudança fatídica, radical e inesperada me toma como um todo e sempre sem razão, pelo menos para a maioria das pessoas, mas que faz todo sentido para mim.
Aliás qualquer sentido é válido para justificar minhas atitudes imprevisíveis.
Bipolar, paranóica, teimosa, irritante, peculiar, rebelde ..
Inconstância .. é como viver numa montanha-russa all the time.
-
Enigma ..
Ser sorrisos e fúria
Certa e errada
Quente e frio
Estar perto e querer fujir ..
Uma bagunça completa regada a contrastes extremos que se chocam e se unem numa dança sem fim.
Abusar dos limites, chegar na ponta do abismo ..
.. por quanto tempo ainda sobreviverei?
Dane-se .. nada mais nessa vida merece minha total sanidade.
Permita-se deixar levar pelas ondas .. veja onde vai parar,
talvez a felicidade esteja logo ali, no outro lado do mar.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

O alimentar de uma vingança


Mundo patético .. pessoa patética.
-
Dei meu dinheiro .. mas não atenuou sua ganância.
Dei meu tempo .. mas sua integralidade era ás cegas.
Dei minhas risadas .. mas essa musicalidade não o agradava.
Dei minhas confissões .. mas eram consideradas histórias de uma perdida sem controle.
Dei minha vida, minha alma .. e mesmo assim nada foi bom o suficiente para sustentar sua busca incessante e doentia.
-
Vitalidade roubada, usada e jogada ás traças.
Não sinto .. perdi as vontades, perdi a luz.
Ainda restou um pouco de mim?
-
Não importa mais ..
Vivo num mundo sombrio, sem calor, sem amor, sem sentido.
Arrasada e ainda assombrada num mundinho medíocre no qual fui arrastada, vago pelos caminhos entrelaçados buscando uma saída ..
Escória da humanidade .. mundo sórdido com todos seus personagens controláveis.
Me enoja ..
Vivendo em vícios, que sustentam e me derrubam, participo mesmo não querendo .. mesmo não tendo mais nada a oferecer.
Observadora por necessidade, aprendi a jogar .. me contaminaram.
-
E um dia o ser vazio e lúgrebe que você me transformou será o monstro que lhe infernizará até conseguir arrancar tudo o que lhe foi sugado com tamanha voracidade que temer não será o bastante ..
temer ..
finalmente farei você saber o que é temer alguém.




quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Caminho perdido

Sabe quando você continua a caminhar ao longo da rua como se não houvesse ninguém ao redor?
-
Não importa o quão apressadas estão as pessoas que me cercam .. eu continuava ali.
andando sozinha, pensativa, tentando entender algo que só tem sentido se eu não entender ..
Estranho não? - não.
.. e quanto mais caminho, com os braços largados e um andar desajeitado, mais a rua se torna silenciosa, superficial e sem fim.
Mal sei onde piso e pra onde vou .. e mesmo assim algo me guia.
Meus pensamentos me guiam ..
Momento de fuga que não me deixa voltar ao real, ao material .. mas as flores eram tão lindas.
Será que só percebemos a tamanha grandeza a nossa volta quando nos desligamos da realidade?
Porque eu nunca tinha notado aquela árvore?
.. consigo viajar no ninar do seu balanço .. sim, ventava.
E me prendendo nos detalhes de minha caminhada pensei .. e senti várias coisas em frações de segundos buscando um significado.
Mas para quê? estava tudo ali .. na minha frente, tudo o que eu nunca vi, todo um mundo novo abrindo as portas diante de mim ..
que me convida, me brinda, me saúda ..
.. só espero um dia poder voltar.